sexta-feira, 26 de julho de 2013

Deputado Federal Romário denuncia "golpe" de R$ 3 Bilhões envolvendo Ministro da Dilma e CBF

Nesta terça-feira , Romário entrou em campo. Usava, se me permitem a pobreza da imagem, não as sandálias da humildade e da timidez, mas as chuteiras do artilheiro. E fez um gol de placa.

Denunciou ao plenário da Câmara um fato que muitos de seus colegas certamente ignoravam. E uns tantos outros fingiam ignorar — o que não é raro no mundo político. Por interesse direto, ou por contar que seus colegas façam o mesmo, quando for do seu interesse.

Romário simplesmente contou um episódio triste do mundo do futebol profissional.

Aqui vai: no último dia 9, ocorreu em Brasília um jantar no qual o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, José Maria Marin, foi recebido por um grupo de mais ou menos 25 deputados e senadores, para discutir um assunto que caridosamente podemos definir como cabeludo.

Ignoro, lamentavelmente, seus nomes e partidos. A opinião pública merecia conhecê-los.

Acontece, e a gente não sabia, que o Ministério do Esporte está preparando uma medida provisória que concederá anistia a dívidas de clubes de futebol do país inteiro, no valor de mais ou menos R$ 3 bilhões.

É a soma do que devem ao INSS, ao Imposto de Renda e ao Fundo de Garantia — que eles simplesmente, ousadamente, não pagaram nos últimos 20 anos. É um dinheirão, que se explica pela soma dos juros ao longo desse tempão. Provavelmente, é o maior escândalo na história da cartolagem do esporte profissional brasileiro.

A anistia, segundo o nosso craque — que agiu com coragem e sem nada ganhar com isso, a não ser o ódio dos mandachuvas do esporte que é a paixão do povo brasileiro — está sendo preparada pelo Ministério do Esporte.

Em seu discurso-denúncia, Romário não revelou o que ficou acertado no jantar que reuniu o presidente da CBF e parlamentares. Ninguém falou em pagamento: discutiu-se apenas o encaminhamento da anistia.

É uma vergonha, como poucas as que temos conhecido na vida pública brasileira. E também, vale a pena repetir, um gol de placa do nosso artilheiro.

PORTAL I9

20 comentários:

  1. Ele não marcou um gol de placa. Ele fez a obrigação dele. Brasileiro tem essa péssima mania de achar que fazer o certo é uma atitude magnífica! Fazer o certo é obrigação, ainda mais de quem ocupa cargo público!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeito. E que todos eleitos pelo povo façam o mesmo.

      Excluir
    2. Parabéns! Ele realmente só fez sua obrigação. Mas que o Romário está me surpreendendo como deputado, ele está.

      Excluir
    3. não é obrigação não senão todos faziam quem faz o certo sempre merece elogios sim

      Excluir
    4. Romário, não se entusiasme, voce não fez mais do que sua obrigação, afinal voce também é pago pelos contribuintes que o elegeram, os tempos mudaram, agora vamos cobrar responsabilidade de todos, inclusive sua.

      Excluir
    5. num pais em que a grande maioria dos políticos não fazem nada certo..
      Elogiar alguém que faz é correto sim!! pra serve até de exemplo, aos poucos vai se percebendo que é uma obrigação... mas por enquanto tem que elogiar mesmo!!

      Excluir
    6. Éhh... ele Romário sabe que é obrigação... mas como a corrupção aquui é costume e a obrigação é raridade ele merece sim todos elogios.

      Parabéns Romário... que esses atos se proliferem, ainda bem que ainda temos políticos assim... esse sim é um ídolo nacional.

      Excluir
    7. Obrigação? será que vc lá dentro como deputado não seria mais um corrupto entre eles? Pra mim ele fez um golaço sim. como cidadã faça melhor que ele.

      Excluir
    8. mais tem que valoriza sim.
      é obrigação mais poucos faz.

      Excluir
    9. otima colocaçao , se todos la no poder fiz isso nao havera mais corrupçao

      o que ele fz foi um dever de cidadao brasileiro valeu

      Excluir
  2. Infelizmente psicologa podemos considerar que se tratando de políticos do Brasil fazer a obrigação pode se dizer mesmo que seja um gol de placa, porque nenhum político cumpre o que promete, nem como cidadão que dirá como político!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Mania do povo de enaltecer o óbvio. No máximo que posso dizer é... Bom trabalho!

    ResponderExcluir
  4. é gol de placa não fez mesmo não, fez o que é o dever dele.

    ResponderExcluir
  5. Mais uma bola dentro Deputado. Sempre surpreendendo. PARABENS!

    ResponderExcluir
  6. É fácil dizer que ele está fazendo somente "a obrigação de quem ocupa um cargo público" quando não se tem idéia dos riscos que FAZER ESSA OBRIGAÇÃO envolve. Muitos que criticam , se tivessem idéia do que isso representa, com certeza iriam "amarelar" , nem abririam o bico.#ShutUp

    ResponderExcluir
  7. ELE FEZ O QUÊ?????
    E as provas? Cadê? Isso é só um gesto engana-bobo, típico de políticos... O Romário tá se mostrando um "grande político".
    Isso vai gerar vitrine pro Romário, e uma CPI-PIZZA para os denunciados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente! É mais um que sai atirando pra todo lado sem mostrar as devidas provas. Um exemplo, cade os nomes? Esse cara é uma falácia!

      Excluir
  8. PARABÉNS ROMARIO FAZ UM FAVOR PRA MIM QUANDO ESTIVER COM A DILMA FALA PRA ELA QUE EU MANDEI EL TOMAR NO CU

    ResponderExcluir